Veja as Mentiras que já contaram sobre sexo ao longo da história | Safadinhas Acompanhantes

Veja as Mentiras que já contaram sobre sexo ao longo da história

Criado em 08/12/2018 20:49

Veja as Mentiras que já contaram sobre sexo ao longo da história

Veja as Mentiras que já contaram sobre sexo ao longo da história

Veja as Mentiras que já contaram sobre o sexo ao longo da história

Impor normas e regras sobre a sexualidade sempre foi uma maneira de controlar as pessoas -- as mulheres, em especial. Para entender essas "regulamentações", é preciso compreender o contexto político, cultural e social de uma época, além de considerar o peso de fatores como religião e ciência. Porém, é claro que, sob o nosso olhar do século 21, algumas lorotas soam engraçadas, bizarras e até revoltantes. Eis alguns exemplos:

Certas posições transformavam as pessoas em animais

Para a Igreja, durante muito tempo, a única posição permitida era o homem por cima da parceira. As demais eram proibidas porque "igualavam o homem ao animal", "invertiam a natureza do homem e da mulher" e "podiam impedir a concepção". Na Idade Média, dizia-se que se a mulher ficasse por cima era o homem quem poderia engravidar. O sexo anal, por sua vez, podia transformar a pessoa passiva numa égua. Forçado pelo marido, rendia o divórcio. As ideias eram embasada pela comunidade médica,  tratado "De Secretis Mulierum" ("Os Segredos das Mulheres), do século XIII, pregava que as crianças que nasciam com malformações tinham sido concebidas em posições "não naturais".

Masturbação deixava as Pessoas Idiotas ou Loucas

Se até hoje o tema é um tabu, outrora o preconceito e o desconhecimento fizeram vários estragos. Durante a Era Vitoriana, na Inglaterra, alguns pais usavam uma espécie de gaiola com pregos para prender o pênis dos filhos e evitar que eles se masturbassem. A gaiola permitia que os garotos urinassem, mas não deixava que eles colocassem a mão no pênis. De acordo com a mentalidade vigente, o "desperdício de sêmen" provocaria esgotamento físico e mental, dor de cabeça, esterilidade, , espasmos, esterilidade, febre e até deterioração da medula espinhal. Um estudo publicado em 1758 pelo médico suíço Samuel Auguste David Tissot (1728-1797), considerado como verdade científica até o início do século 20, afirmava que a masturbação provocava surdez, loucura e imbecilidade. Anos depois, entre 1856 e 1919, o Escritório de Patentes dos Estados Unidos registrou 498 aparelhos antimasturbação. Um deles dava choques se houvesse uma ereção

veja a matéria completa em: https://universa.uol.com.br/noticias/redacao/2018/12/08/curiosidades-mentiras-que-ja-contaram-sobre-sexo-ao-longo-da-historia.htm

O site SafadinhasAcompanhantes esta sempre trazendo novidades quando o assunto é conteúdo Erótico, sexshop, Acompanhantes, Motéis, CasasdeMassagens, Massagistas, entre no Melhor site de Curitiba e fique sempre Atualizado.