Casais em casas de swing: como aproveitar o máximo da experiência | Safadinhas Acompanhantes

Casais em casas de swing: como aproveitar o máximo da experiência

Criado em 20/03/2018 11:23

Casais em casas de swing: como aproveitar o máximo da experiência

Casais em casas de swing: como aproveitar o máximo da experiência

Desde o início da sua grande popularização nos últimos anos, as casas de swing têm atraído o interesse de casais do mundo todo interessados em sair da rotina de seus relacionamentos.

Mas afinal, o que é uma casa de swing? Não é tanto uma festa que incentiva seus frequentadores a conhecer e trocar de casais de maneira descompromissada, como muitos podem imaginar. É mais um espaço onde o tesão está liberado sem julgamento e as pessoas, os casais inclusive, podem explorar prazeres e fetiches que em outro contexto não explorariam.

Assim como qualquer outro ambiente, as casas de swing possuem sua própria etiqueta e padrões de comportamento que casais inexperientes podem não entender logo de cara. Por isso, separamos algumas dicas para vocês que estão querendo ter essa nova experiência, mas ainda têm dúvida de como se comportar da melhor forma possível:

 

O público que frequenta


As casas de swing têm como público-alvo casais. Por isso, o preço de um pacote fechado para casais costuma sair mais em conta para os dois do que o preço individual para a mulher e o preço individual para homem.

Homens sozinhos, inclusive, costumam ter sua entrada barrada em estabelecimentos mais requisitados. Quando não são barrados precisam pagar preços astronômicos, muito maiores do que os que pagam mulheres e casais.

 

Como trocar de casal


A casa de swing não é uma balada no sentido tradicional, mas funciona de forma semelhante a uma. Existem espaços destinados pra pista de dança, bares, áreas para conversa e relaxamento. Em todos esses momentos, vocês podem conhecer casais com quem trocar carícias e iniciar a atividade sexual, que será concluída nos espaços reservados apropriados para isso.


Outras oportunidades de troca de parceiros rolam também em vários outros ambientes da casa de swing.


Lembrem-se que a casa de swing é um estabelecimento destinado para o sexo e nada mais. Portanto, se vocês não estiverem com paciência para flerte ou pistas de dança, podem ir direto para os grandes salões escuros, nos quais casais transam entre si, com outros casais e várias pessoas podem ficar olhando, despertando seus fetiches como voyeur.


A troca de casal não é obrigatória


Essa é uma dúvida comum de muitos casais que tem interesse em experimentar o ambiente de uma casa de swing mas não se sentem tão confortáveis com a perspectiva de trocar o seu parceiro por um desconhecido, nem que seja por uma noite.

Não existe nenhuma regra que obrigue casais a trocarem de parceiros na casa. A única regra que existe, na verdade, é vocês aproveitarem a experiência sexual da maneira que seja mais confortável para todos.

Portanto, se o seu interesse é transar em público para o prazer de terceiros, a casa de swing é um lugara recomendado. Se, por outro lado, o que vocês procuram é ter o prazer de observar outras pessoas em ação, também podem encontrar na casa de swing o seu lugar.

Lembre-se: não há espaços para julgamentos, apenas para o prazer!