Dicas de como fazer sexo oral com segurança | Safadinhas Acompanhantes

Dicas de como fazer sexo oral com segurança

Criado em 20/03/2018 11:22

Dicas de como fazer sexo oral com segurança

Dicas de como fazer sexo oral com segurança

A prática do sexo oral é uma das mais disseminadas em encontros sexuais casuais no mundo inteiro. Seja no banheiro de uma festa ou em banheiros públicos no carnaval, muitas pessoas têm esse tipo de experiência rápida sem as vezes nem saber o nome da sua parceira ou do seu parceiro.

Há uma crença silenciosa disseminada na sociedade de que não existe necessidade de proteção no sexo oral e que o sexo oral não transmite as doenças sexuais que a típica penetração pênis na vagina transmite.

Essa crença está equivocada. Diversas DSTs podem ser transmitidas durante o sexo oral e saber a maneira certa de se proteger durante essas experiências pode garantir que você aproveite todo o prazer possível sem ter que lidar com doenças e arrependimento no futuro!

 

Use camisinha masculina


O primeiro conselho é um dos mais óbvios possíveis: use proteção em qualquer tipo de relação sexual, inclusive nas relações orais.

Alguns homens resistem em colocar a camisinha para ter relações sexuais orais, pois argumentam que diminui a sensibilidade do pênis e não permite que eles aproveitem a experiência completamente. Isso não é verdade e não utilizar a camisinha pode ser uma temeridade, pois permite a troca de vírus e bactérias propagadores de doenças.

Esses vírus e bactérias pegam caronas nos fluidos corporais trocados durante a relação sexual oral. Um deles, por exemplo, é o vírus do HPV que, entre outras coisas, pode inclusive provocar câncer de gargante.

 

Como fazer sexo oral em mulheres com proteção


Uma dúvida muito recorrente nos homens é como realizar sexo oral casual em mulheres desconhecidas sem precisar se preocupar em contrair DSTs.


A opção da camisinha feminina não costuma ser muito popular para o sexo oral, pois o látex da camisinha feminina é bastante grosso e prejudica a sensibilidade da mulher na hora de aproveitar completamente a experiência. Pensando nisso, algumas empresas de camisinha já produzem preservativos especiais para o sexo oral na mulher, com extra-sensibilidade.


Outra possibilidade de proteção envolve o uso da camisinha masculina com o anel da base recortado. Ou então, a improvisação de plásticos de pvc caseiros, daqueles utilizados para embrulhar comidas.
O que importa nesse caso é evitar o contato da boca do homem com os fluidos vaginais da mulher.


Na ausência de preservativos


Não é o cenário ideal e de forma alguma é a maneira mais recomendada de se praticar sexo oral. Contudo, no caso extremo de não ter como se proteger durante o ato alguns cuidados podem ser tomados para reduzir a possibilidade de se pegar DST. Mas tenha em mente que não é possível zerar completamente o risco se preservativos não forem utilizados!

Isso dito, evite de realizar o ato oral se o seu parceiro ou parceira apresenta feridas abertas. Algumas doenças são mais facilmente transmitidas através das férias, como gonorreia por exemplo. Além disso, evite gozar na boca da sua parceira ou de engolir o gozo do seu parceiro, pois o fluido seminal contém a maior quantidade de organismos infecciosos que podem transmitir doenças como HIV ou HPV.

Mesmo assim, sempre faça questão do uso da camisinha, é a melhor forma existente para fazer sexo oral com segurança!